Tuesday, July 29, 2008

SERENITY

Henri Matisse

The following excerpts are from "Acceptance was the Answer", one of the most quoted personal stories of the Big Book of Alcoholics Anonymous. It was written by Dr. Paul Ohliger who died in 2000 at the age of 83. Understanding and practicing acceptance, every day, for everything, is the key to serenity. 

Acceptance is the answer to all my problems today. When I am disturbed, it is because I find some person, place, thing or situation -- some fact of my life -- unacceptable to me, and I can find no serenity until I accept that person, place, thing or situation as being exactly the way it is supposed to be at this moment.
Nothing, absolutely nothing happens in God's world by mistake. Until I could accept my alcoholism, I could not stay sober; unless I accept life completely on life's terms, I cannot be happy. I need to concentrate not so much on what needs to be changed in the world as on what needs to be changed in me and in my attitudes.
Shakespeare said, "All the world's a stage, and all the men and women merely players". He forgot to mention that I was the chief critic. I was always able to see the flaw in every person, every situation. And I was always glad to point it out, because I knew you wanted perfection, just as I did. A.A. and acceptance have taught me that there is a bit of good in the worst of us and a bit of bad in the best of us; that we are all children of God and we each have a right to be here. When I complain about me or about you, I am complaining about God's handiwork. I am saying that I know better than God.
For years I was sure the worst thing that could happen to a nice guy like me would be that I would turn out to be an alcoholic. Today I find it's the best thing that has ever happened to me. This proves I don't know what's good for me. And if I don't know what's good for me, then I don't know what's good or bad for you or for anyone. So I'm better off if I don't give advice, don't figure I know what's best, and just accept life on life's terms, as it is today - especially my own life, as it actually is. Before A.A. I judged myself by my intentions, while the world was judging me by my actions.
When I focus on what's good today, I have a good day, and when I focus on what's bad, I have a bad day. If I focus on a problem, the problem increases; if I focus on the answer, the answer increases.
Acceptance is the key to my relationship with God today. I never just sit and do nothing while waiting for Him to tell me what to do. Rather, I do whatever is in front of me to be done, and I leave the results up to Him; however it turns out, that's God will for me.
I must keep my magic magnifying mind on my acceptance and off my expectations, for my serenity is directly proportional to my level of acceptance. When I remember this, I can see I've never had it so good. Thank God for A.A!

God, grant us the serenity to accept the things we cannot change, the courage to change the things we can, and the wisdom to know the difference. 
Greg Louganis


SERENIDADE

Os trechos abaixos são de "Aceitação era a Resposta", uma das estórias pessoais mais citadas do Livro Azul dos Alcoólicos Anônimos. Foi escrita pelo Dr. Paul Ohliger, que morreu em 2000 aos 83 anos. Entender e praticar a aceitação, todos os dias, para tudo, é a chave da serenidade.

Aceitação é a resposta para todos os meus problemas hoje. Quando estou perturbado, é porque considero alguma pessoa, coisa, lugar ou situação - algum fato da minha vida - inaceitável, e não posso achar serenidade até aceitar que a pessoa, lugar, coisa ou situação é exatamente o que deve ser neste momento. Nada, absolutamente nada acontece no mundo de Deus por engano. Até que aceitasse meu alcoolismo, não conseguia ficar sóbrio; a não ser que eu aceite a vida completamente, como ela é, não posso ser feliz. Preciso me concentrar não tanto no que precisa ser mudado no mundo, quanto no que precisa ser mudado em mim e nas minhas atitudes.
Shakespeare disse, "Todo o mundo é um palco, e todos os homens e mulheres meros atores". Esqueceu de dizer que eu era o maior crítico. Eu sempre era capaz de ver a falha em todas as pessoas, todas as situações. E estava sempre pronto a dizê-lo, porque sabia que você queria perfeição, tal como eu. A.A. e a aceitação me ensinaram que há um pouco de bom no pior de nós e um pouco de mau no melhor de nós; que somos todos filhos de Deus e cada um de nós tem o direito de estar aqui. Quando eu reclamo de mim ou de você, estou reclamando da obra de Deus. Estou dizendo que sei mais do que Deus.
Durante anos eu tinha certeza de que a pior coisa que poderia acontecer a um cara legal como eu seria me tornar um alcoólico. Hoje acho que é a melhor coisa que já me aconteceu. Isso prova que eu não sei o que é bom para mim. E se não sei o que é bom para mim, então não sei o que é bom ou mau para você ou para qualquer um. Por isso é melhor eu não dar conselhos, não achar que sei o que é melhor, e simplesmente aceitar a vida como ela é, hoje - especialmente minha própria vida, como ela de fato é. Antes de A.A. eu me julgava pelas minhas intenções, enquanto o mundo me julgava pelas minha ações.
Quando eu ponho meu foco no que está bem hoje, tenho um bom dia, e quando eu ponho o foco no que está mal, tenho um mau dia. Quando focalizo um problema, o problema aumenta; quando focalizo a resposta, a resposta aumenta.
Aceitação é a chave da minha relação com Deus hoje. Eu nunca fico sentado sem fazer nada enquanto espero que Ele me diga o que fazer. Em vez disso, faço o que está diante de mim para ser feito, e deixo os resultados por conta d'Ele; aconteça o que acontecer, é o que Deus quer para mim.
Preciso manter minha mente, que aumenta tudo magicamente, concentrada na minha aceitação e não nas minhas expectativas, pois minha serenidade é diretamente proporcional ao meu nível de aceitação. Qando eu lembro disso, posso ver que minha vida nunca foi tão boa. Agradeço a Deus por A.A.!

Deus, dá-nos serenidade para aceitar o que não podemos mudar, coragem para mudar o que podemos, e sabedoria para sacar a diferença. 

4 comments:

Anonymous said...

Não conhecia.

Vou tentar aplicar...

Trouxe o João Ubaldo de hoje para vocês:
http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20080803/not_imp216555,0.php

e não deixe de conhece o site abaixo.
clipping dos melhores jornais do Brasil ( deve dar uma canseira...ele atualiza todo santo dia).
Acho que irão gostar.

Um grande abraço,
Aloísio

http://arquivoetc.blogspot.com/

Ritoca said...

Genial este post.

Muito bom este texto da "aceitação". Pena que geralmente só se descobre isso quando se está no fim da vida.

Anonymous said...

Fantástico o texto. Vou repassat para os amigos. Beijo no coração
Andarilha

Andarilha said...

Fantástico o texto. Vou repassar para os amigos. Beijo no coração.
Andarilha