Saturday, October 01, 2005

Êxtase de São Francisco, Caravaggio


Está saindo aqui Caravaggio, biografia do pintor escrita pela romancista Francine Prose. Michelangelo Merisi da Caravaggio era escandaloso (hoje seria condenado como pedófilo), violento a ponto de cometer pelo menos um assassinato (suponho que seja o sonho de muitos tenistas: matou o oponente no fim da partida). Morreu em 1610 aos 39 anos. Injetou virilidade e realismo na pintura esclerosada da época.
Segundo Prose, "tendo gastado sua vida breve, trágica e turbulenta pintando milagres, ele conseguiu criar um - o milagre da arte, o milagre da maneira pela qual alguma tinta, poucos pincéis, um quadrado de tela, junto com o ingrediente mais essencial, gênio, pode produzir algo mais forte que o tempo e época, mais poderoso que a morte".

Mais Caravaggio aqui.

E para ouvir, do contemporâneo de Caravaggio, Claudio Monteverdi, Esurientes implevit bonis, com o coro de meninos da catedral de Salisbury, e Sicut locutus est, com a Orqeustra e Coro Monteverdi, maestro John Eliot Gardiner.

1 comment:

Magda Gadelha said...

Ninguém comenta nada.rsrsrsrs
Que bom. Não fica aquele clima de Blog em que um monte de gente fala qualquer coisa e ninguém discute nada. Pode-se inventar uma teoria furada, escrever com os termos certos e passar por gênio. O velho esquema Sokal... rsrsrsrsrs