Friday, August 12, 2005




Caspar David Friedrich é o pintor romântico par excellence. E sendo romântico ele pintou... a Lua... o luar... como nenhum outro pintor.










E como este é um blog romântico, noturno e lunar contemplemos os luares de Friedrich ouvindo outro romântico, Franz Schubert (dá pra acreditar que Schubert morreu com 31 anos?).

No silêncio da noite, Margaret Price, soprano

O pastor na montanha, Margaret Price

À Lua, Matthias Goerne, barítono (poema de Goethe)

À Lua, Matthias Goerne (outra versão de Schubert para o mesmo poema de Goethe)

A proximidade da pessoa amada, Matthias Goerne ("penso em você quando vejo o luar brilhar refletido nos rios", Goethe)

Canção do caminhante noturno, Matthias Goerne (poema de Goethe)

Canção da Noite, Matthias Goerne (poema de Goethe)

Guarda che bianca luna, Cecilia Bartoli, soprano

Boa noite, Dietrich Fischer-Dieskau, barítono

Ao rouxinol (o pássaro que canta à noite), Gundula Janowitz, mezzo soprano

Solidão, Gundula Janowitz, mezzo soprano




Depois de Schubert veio um romântico ainda mais romântico, Robert Schumann.

Noite de Lua, Margaret Price (a mais bela de todas as canções sobre a Lua)


Lua nascendo, Caspar Friedrich

O discípulo de Schumann, Johannes Brahms, foi o último romântico.

A morte é uma noite fresca, Margaret Price





Um romântico do século XX (século passado...): Benjamin Britten

Moonlight, Leonard Bernstein, The Final Concert, Boston Symphony Orchestra




Por fim, a romântica Billie Holiday:

Pedi à Lua


2 comments:

Renatus said...

Via Láctea

"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso"! E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...

E conversamos toda a noite, enquanto
A via láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora! "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo?"

E eu vos direi: "Amai para entendê-las:
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas".

Olavo Bilac

ISA MARA said...

Ola Jorge, eu de novo-só uma coisinha, os links para as musicas nao estao funcionando.
Ma ja que voce citou Gute Nacht com D.F.Diskau, te recomendo ouvir a versao com Thomas Qualsthoff, sublime.... abrs.